Proveniência na história: fontes históricas, da teoria à prática

Artigo publicado pela pesquisadora Alissa Esperon Vian na revista Oficina do Historiador (PUCRS), volume 15, número 1, 2022.

Resumo: A proveniência engloba todo o ciclo de vida de um documento desde sua manufatura, enquadrando todos os detalhes técnicos, políticos e sociais. É usualmente expressa por meio de uma cronologia de proprietários, custódia ou localização de um objeto. Incluindo nomes e outras informações contextuais de interesse para os historiadores. Este artigo tem o objetivo de destacar a pesqui-sa de proveniência, e a sua aplicabilidade frente ao uso das fontes históricas e tratará da pesquisa de proveniência sob três aspectos: a) as marcas de prove-niência como fonte histórica; b) a pesquisa de proveniência como um requisito básico do historiador para comprovar a veracidade das fontes utilizadas para a construção de sua narrativa; e c) o uso da pesquisa de proveniência como uma forma de realizar a análise crítica da fonte. A coleta de dados para a construção deste artigo baseou-se em revisão bibliográfica e documental, realizada em fontes nacionais e estrangeiras, disponíveis em formatos tanto físicos quanto digitais, com um método exploratório não exaustivo e uma abordagem qualitativa. Diante das diferentes e possíveis circunstâncias apresentadas pela pesquisa de proveniência, ressalta-se a importância dos estudos sobre a proveniência das fontes históricas, por serem fontes históricas, para o conhecimento de sua história enquanto objeto material e para a valorização e o fortalecimento das narrativas construídas por historiadores.

Acesse o texto completo em: http://dx.doi.org/10.15448/2178-3748.2022.1.42491.

Biblioteca Com Vida: obras raras e segurança

Clique na imagem para acessar o evento.

Proveniência e Biblioteconomia: relato da pesquisa realizada para a elaboração do Glossário Ilustrado de Marcas de Proveniência

Acaba de ser publicado o livro Grupo de discussão em coleções especiais jurídicas: debates para o futuro do patrimônio bibliográfico no Direito, organizado por Thiago Cirne Freitas (CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O E-BOOK).

Tivemos a honra de participar desta obra, apresentando um capítulo onde é relatada a pesquisa realizada para a elaboração do Glossário Ilustrado de Marcas de Proveniência. O capítulo intitula-se Proveniência e Biblioteconomia: relato da pesquisa realizada para a elaboração do Glossário Ilustrado de Marcas de Proveniência, de autoria de Marcia Carvalho Rodrigues, Alissa Esperon Vian, Mariana Briese da Silva, Luise de Oliveira Rodrigues e Andressa Eloany Brito Rebelo, todas integrantes do Grupo de Estudos e Pesquisas em Informação e Memória – GEPIM/FURG.

O glossário teve como base a revisão bibliográfica e documental em fontes nacionais e estrangeiras. A seleção dos descritores que constituem o seu corpus inicial baseou-se em duas fontes estrangeiras, a saber: a “Liste hiérarchisée de termes relatifs aux marques de provenance portées sur les livres”, elaborada pela associação francesa BiblioPat; e o “T-Pro: Thesaurus der Provenienzbegriffe”, desenvolvido pela Biblioteca Estadual de Berlim, Alemanha.

Foram selecionados 122 termos (descritores), os quais apresentam a seguinte estrutura: definição do conceito; ilustração (imagem associada) e nota explicativa; remissivas para termos não descritores (sinônimos); formas equivalentes do termo nos idiomas espanhol, inglês e francês; relações lógicas/ontológicas entre descritores.

O Glossário está disponível para consulta em acesso aberto (CLIQUE AQUI).

Oficina “Marcas de proveniência bibliográfica: da teoria à prática”

Oficinas: “Marcas de proveniência bibliográfica: da teoria à prática”, com Alissa Esperon Vian, dia 18/05 às 15 horas.

O evento tem vagas limitadas e integra a Semana Nacional dia Museus 2022.

Ex-líbris: práticas biblioteconômicas

O evento Ex-líbris: práticas biblioteconômicas faz parte do Mês da Bibliotecária e do Bibliotecário de 2022 e é uma parceria da Biblioteca Nacional de Brasília com a Biblioteca Central da UnB em que serão apresentadas atuações diferenciadas de profissionais com o Ex-Líbris.

Contará com a participação do bibliotecário Raphael Diego Greenhalgh (BCE/UNB) e das bibliotecárias Márcia Carvalho Rodrigues (FURG) e Mary Komatsu (Caçadora de ex-libris) e a mediação da bibliotecária da BNB Mariana Giubertti.

O evento será transmitido ao vivo pelo canal da BNB, em https://youtu.be/5C4exh3xYjg.

Segue o link da apresentação Marcas de proveniência como objeto de estudo da Biblioteconomia: ex-líbris em foco, da professora Marcia Rodrigues: https://bit.ly/3tvHxjN.