Sites e catálogos

Brasil

  • Projeto Proveniência Bibliográfica: página do projeto de pesquisa desenvolvido pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Informação e Memória (GEPIM) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Alemanha

  • Looted Cultural Assets: a base de dados de proveniência cooperativa Looted Cultural Assets (LCA) é utilizada pelas membros das bibliotecas cooperantes envolvidos na busca de bens roubados pelos nazistas e tentam devolvê-los aos proprietários atuais.

Dinamarca

  • Provenance Database: base de dados de proveniência desenvolvida pela Biblioteca da Universidade de Freiburg.

Escócia

  • Provenance Database: base de dados de proveniência desenvolvida pela Biblioteca da Aberdeen University.

Espanha

  • Antiguos poseedores: base de dados de antigos possuidores, desenvolvida pela Biblioteca de Reserva da Universidade de Barcelona.

Estados Unidos

  • Book Traces: gerenciado pela Universidade da Virgínia, o Book Traces é um projeto que permite que os estudantes enviem livros (1800-1923) de bibliotecas da Universidade que exibem notas interessantes, marginais ou inserções de proprietários anteriores com o objetivo de salvar a cultura material do século XIX.
  • The Jesuit Libraries Provenance Project: o objetivo do Projeto de Proveniência das Bibliotecas Jesuítas é descobrir a história da aquisição e uso dos livros originais da Biblioteca da Universidade de Loyola, em Chicago, Illinois.
  • Rare Books: a digital library of reference works: mantido pela Universidade de Stanford, trata-se de um recurso para acadêmicos, estudantes, bibliotecários, profissionais do livro e colecionadores, onde é possível pesquisar o texto completo de mais de 100 bibliografias de livros raros, catálogos de bibliotecas e catálogos de vendas. Os assuntos abrangem primeiras impressões, literatura mundial, história natural, ciência, medicina, teologia, estudos culturais, música, teologia, arte e arquitetura, entre outros.

França

  • Base Provenance des Livres Anciens: apresenta registros detalhados das marcas de proveniência encontradas nas coleções de livros raros e manuscritos da Biblioteca Municipal de Lyon.
  • Bibale: a base Bibale descreve dados referentes a pessoas físicas e jurídicas, coleções, marcas de proveniência, encadernações, textos, edições e obras.
  • BiblioPat: página desenvolvida pela Associação francesa de Bibliotecários do Patrimônio, disponibiliza recursos e informações para bibliotecários que desejam catalogar informações de proveniência.

Inglaterra

  • ARKYVES: CERL Provenance Digital Archivehttp://arkyves.org/: catálogo mantido pelo Consortium of European Research Libraries (CERL).
  • Material Evidence in Incunabula: banco de dados desenvolvido pela British Library, inclui registros de evidências materiais encontradas em livros impressos no século 15: marcas de propriedade, informações sobre encadernação, anotações manuscritas, selos, preços, etc.
  • Online Provenance Resources: página desenvolvida pelo Consortium of European Research Libraries (CERL). Inclui recursos de proveniência on-line, organizados por região geográfica.

Itália

  • Archivio dei Possessori: banco de dados ilustrado de marcas de propriedade (inscrições, carimbos, super libris, ex-libris, ex-dono, marcas de prateleira) encontradas nas coleções das bibliotecas italianas cooperantes.

México

República Tcheca

  • Provenio: projeto desenvolvido pelo Museu Nacional, Instituto de Monumentos Nacionais e Biblioteca Nacional da República Tcheca. Banco de dados de proprietários de coleções de livros históricos e modernos e registros de proveniência em livros pertencentes à Biblioteca do Museu Nacional.