Glossário de Marcas de Proveniência

Os estudos de proveniência, no âmbito da Biblioteconomia, são relativamente recentes no Brasil. Geralmente associados a coleções especiais de obras raras, tais pesquisas envolvem, entre outras questões, a identificação e descrição de marcas ou indícios deixados nos livros por pessoas e/ou instituições que tiveram contato com o mesmo ao longo de sua história, tais como antigos proprietários, leitores, censores, bibliotecas e comerciantes. Desta forma, as marcas deixadas em um livro impresso ou manuscrito podem ter sido produzidas por diferentes pessoas, em diferentes contextos e circunstâncias, para cumprir diferentes propósitos.

Tendo em vista a ampla variedade de tipos de marcas de proveniência, bem como a escassez de recursos em língua portuguesa sobre o tema, propôs-se a elaboração de um glossário de tipos de marcas de proveniência, enriquecido com ilustrações.

O Glossário Ilustrado de Marcas de Proveniência foi organizado e compilado pelas pesquisadoras Marcia Carvalho Rodrigues, Alissa Esperon Vian, Mariana Briese da Silva e Luise de Oliveira Rodrigues, sob a coordenação da primeira. O projeto integra um conjunto de pesquisas sobre o tema da proveniência no âmbito da Biblioteconomia, as quais vem sendo realizadas desde 2019 pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em informação e Memória – GEPIM, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

A fase 1 da proposta, desenvolvida entre os meses de janeiro e junho de 2021, teve como metas identificar as fontes, selecionar os termos (corpus inicial) e dar início à criação dos registros.

A fase 2, que ocorre de julho de 2021 até agosto de 2022, tem como metas finalizar o registro dos dados, tornar o Glossário público (disponível para consulta na Internet) e ampliar o corpus inicial.

As duas primeiras metas da fase 2 foram concluídas e, em 22 de outubro de 2021, o Glossário foi disponibilizado ao público. A partir dessa data, o grupo prossegue trabalhando na ampliação do corpus inicial.

Para a construção do Glossário, utilizou-se o o software Tesauro Semântico Aplicado – THESA, de acesso aberto.

Clique aqui para conhecer e consultar o Glossário Ilustrado de Marcas de Proveniência.

Artigo publicado na Páginas a&b

Está disponível no site da revista Páginas a&b: Arquivos & Bibliotecas, de Portugal, o texto referente ao trabalho apresentado no ConfOA 2020 pelo grupo que atua no projeto de pesquisa em Proveniência (GEPIM/FURG).

Clique na imagem para acessar o artigo.

Participação nos Encontros On-line Acervos Especiais/UFMG

Dia 11 de novembro estaremos participando dos Encontros On-line Acervos Especiais, promovidos pela Divisão de Coleções Especiais e Obras Raras do Sistema de Bibliotecas da UFMG.

Tema: Repositórios Digitais e Coleções Especiais

Palestrantes:

– Júlia Rocha – Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Minas Gerais

– Marcia Rodrigues – Instituto de Ciências Humanas e da Informação da Universidade Federal do Rio Grande

Link para inscrição: https://forms.gle/YdtcRD96tSTesRRB6

Mais informações sobre os encontros podem ser obtidas em https://cerrado.bu.ufmg.br/bu/index.php/noticiais/1496-comecam-nesta-quarta-feira-os-encontros-on-line-dos-acervos-especiais-deste-mes-de-novembro

Apresentação no SBSI 2020

Dia 04/11, às 15h20min, estaremos apresentando o trabalho intitulado Desenvolvimento de um Sistema de Armazenamento e Reconhecimento de Marcas de Procedência em Livros Raros, na Sala São Bernardo, Sessão I do Workshop de Iniciação Científica em SI (WICSI).

O evento integra a programação do XVI Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação – SBSI 2020.

A programação completa pode ser acessada em http://sbsi2020.ufabc.edu.br/index.html#intro